Após 15 anos vivenciando a Advocacia, estudando e praticando diversas tradições espirituais, inclusive tendo concluído 3 anos do curso de "Formação Holística de Base", da Universidade Holística Internacional de Brasília - UNIPAZ, através do seu "campus avançado" de Salvador, o autor, neste livro apresenta, de forma inédita, após analisar as "Leis Divinas" que regem a evolução espiritual do ser humano na Terra, a sua aplicação prática, desde o momento da concepção do bebê, passando pela infância, adolescência e vida adulta, até o último suspiro, na hora da "passagem".

Fazendo sempre a comparação entre a "Justiça Divina" e a "Justiça dos Homens", a fim de esclarecer, do modo mais objetivo possível, as consequências cármicas que colheremos nesta ou na próxima vida, pelas nossas atitudes cotidianas, sempre numa linguagem jornalística, de fácil assimilação, é que o autor consegue eliminar as barreiras do entendimento, geralmente colocadas por alguns mestres espirituais, que utilizam vocabulário específico compreendido somente pelos iniciados em suas seitas ou religiões respectivas.

 

Descubra as consequências cármicas dos seus atos

De Sérgio Nogueira Reis

Nova Alvorada Edições, 2000, 720 páginas

Com fundamento, pesquisa e vivência, o advogado Sérgio Neeser Nogueira Reis lança seu segundo livro "Justiça Divina X Justiça dos Homens-descubra as consequências cármicas dos seus atos", inaugurando uma literatura jurídico/espiritualista, mediante um debate e confronto sem litígios. Clamando ao leitor à imperiosa necessidade de uma auto-responsabilidade por cada atitude na vida, o autor revela que todo comportamento bom ou mau implica em uma reverberação para si e para o cosmos, obedecendo a lei natural de causa e efeito. É a inexorável aplicação da Justiça Divina, que também tem seu livro e como bem atestam os salmistas no Antigo Testamento, "Deus sonda nossos rins (o inconsciente) e corações".

Quanto à justiça no planeta Terra, a dos homens, o advogado Sérgio Nogueira Reis testemunha de cátedra o contexto de impunidade, burocracia e lentidão atinentes aos processos judiciais, sem falar na ineficiência e despreparo da polícia. Mas como advogado holístico não se furta ao papel de servo, buscando construir com humanidade, pesquisa, senso crítico e espiritualidade, um reconhecimento da justiça na Terra e no Céu. A sua meta é a paz construida em bases firmes, visualizando um novo modelo de desenvolvimento sustentável, um olhar sobre as gerações futuras, a natureza e o meio ambiente circundantes.

A primeira parte do livro "Justiça Divina X Justiça dos Homens" revela por si só a amplitude de propósito ao qual o autor debruçou-se para escrevê-lo. Após a leitura do prefácio do professor de projeciologia Wagner Borges que canalizou mensagem do mentor espiritual Sanat Khum Maat, o leitor é convidado a digerir as Reflexões para o Terceiro Milênio, abarcando temas como cultura, economia, política, religião e metodologia, um leque amplo e integrado dentro da proposta transdisciplinar do autor.

Do Reitor da Unipaz, professor Pierre Weil, Sérgio Nogueira Reis bebeu da sua lucidez à respeito da cultura de massa e seus efeitos alienantes e devastadores, reivindicando a criação de um Código de Ética, "sem que para isso tenha de se restaurar a arcaica censura". Na sua reflexão crítica, Pierre diagnostica no homem uma doença por ele denominada "normose", caracterizada por uma série de comportamentos nocivos, absorvidos como normais pela sociedade em geral. Filmes violentos que induzem a população a se armar em prol da sua auto-defesa, programas televisivos com crianças teatralizando gestos carregados de sexualidade precoce, telenovelas que fazem as cenas de incestos, adultérios, etc... parecerem naturais e inevitáveis no contexto familiar.

Interligando tradições e crenças, Sérgio constrói pontes entre elas,verificando que as fronteiras não são tão intransponíveis como as instituições religiosas nos fazem acreditar. No Budismo, por exemplo, o autor destaca 4 virtudes cardeais-o amor incondicional, a honestidade, a bondade e atenção às necessidades do próximo. "Quando praticadas, elas geram sabedoria e evocam as 5 bençãos: saúde, riqueza, felicidade, longevidade e paz".

O equilíbrio, a prudência, a justiça e a fortaleza são as 4 virtudes cardeais do Cristianismo, expressas na Bíblia, no livro da Sabedoria (Cap.8). Quem não percebe a intercessão entre esses conjuntos de virtudes? Ou como bem disse o Dalai Lama em uma citação feita por Sérgio nas Reflexões para o 3º Milênio (...) "Uma única religião como um único tipo de alimento, não pode satisfazer a todos. De acordo com suas variadas disposições mentais, algumas pessoas se beneficiam de um tipo de ensinamento e outras, de outro tipo. Cada fé tem a capacidade de produzir pessoas excelentes e generosas" (...)

Confiante na perspectiva de um novo homem que caminha enquanto microcosmos para um novo Céu e uma nova Terra-o macrocosmos- Sérgio antevê o Ponto de Mutação na Justiça, procurando inspirar os legisladores e os operadores do direito no acolhimento a uma Nova "ordem jurídica", mais ética e mais humana.

Mas atestando que tem os pés na Terra presentemente decadente, o autor recorre ao processualista baiano, Professor José Calmon de Passos em seu "Direito, Poder, Justiça e Processo: Julgando o que nos Julgam". Seguem então fragmentos do seu veredicto: (...) "os juízes de 1º grau, ou primeira instância, justamente aqueles que em toda democracia são os mais importantes em termos de boa prestação da atividade jurisdicional, foram transformados em fetos de magistrado (...) Nenhuma independência ou autoridade tem o juiz de 1º grau em face de seus superiores, os eminentes desembargadores (...) A carreira de um juiz depende de sua subserviência aos tribunais e qualquer manifestação de independência soa como rebeldia" (...)

Dando um salto quântico com destino a Justiça Divina, o autor aborda a Terapia de Vidas Passadas, no Capítulo VIII, analisando múltiplos aspectos, mediante estudos espirituais que envolvem advogados inescrupulosos. De acordo com as reflexões do autor, os mesmos adquiriram um carma assaz pesado, em consequência daquela postura mercenária e anti-ética. Esse capítulo resultou de um questionário feito por Sérgio e respondido por duas entidades espirituais, através de um médium no "Santuário Luz e Vida".

A terceira parte que dá nome ao livro- Justiça Divina X Justiça dos Homens- abarca aspectos sobre Gestação e Espiritualidade, trazendo uma forte carga vivencial. Tânia, a esposa do autor, relata lembranças da reencarnação de sua filha Diana e as razões espirituais para o tamanho medo que nutria em ficar grávida. Com sutileza de detalhes, Sérgio reporta-se ao trabalho de cura que Tânia submeteu-se no "Santuário Luz e Vida" e finalmente ao nascimento espiritual de sua filha. O autor relata as comunicações que sua esposa mantinha com o espírito de sua futura filha, até o momento do seu nascimento físico.

Através do atual mentor do "Santuário Luz e Vida", médico espiritual que foi entrevistado pelo autor, muitos temas da atualidade são discorridos, sempre analisados sob o prisma da investigação cármica dos atos humanos. Aborto, eutanásia, almas gêmeas, pena de morte (encarnação abreviada), clonagem, barriga de aluguel, bebê de proveta, mudança de sexo, homossexualismo, cremação e outros assuntos de novas disciplinas como a Bioética e Engenharia Genética estão presentes sob à luz da ciência espiritual. As respostas saídas do forno, foram dadas por alguns médiuns de renome, a exemplo de Divaldo Franco, que através de seus mentores, abordou questões valiosas para a contemporaneidade, como as acima referidas.

A essência da canalização recebida pelo mentor espiritual do "Santuário", recomenda ao homem "humanizar-se, conhecendo-se a si mesmo e aos seus potenciais, não esquecendo-se de que é à semelhança divina e que tudo que ele cria é possível que dê certo. Basta que seus objetivos sejam objetivos divinos".

Sem comprometer a profundidade da sua pesquisa, que redundou na transcrição de aproximadamente 600 referências bibliográficas, o autor conseguiu um resultado prático, assemelhando-se com certos caminhos trilhados pelos chamados livros de auto-ajuda. Ilustrando, vale reproduzir o diamante que Sérgio garimpou no tesouro do yogue hindu Maharishi.

"Não há diferença se um homem está em seu apartamento em Londres ou em um solitário retiro na selva. Nenhuma mudança da vida exterior terá validade porque é a mente do aspirante que deve ser transformada, dominada e depois transcendida (samadahi) e não os rótulos que gostamos de dar a nós mesmos, tais como eremitas, monge, iogue, etc; o que vale é a mudança dos processos evolutivos interiores. Sua maturidade é o fator decisivo".

Em um só fôlego, o leitor colhe as preciosidades das 720 páginas desse livro sobre a Justiça do Céu (Yin) e da Terra (Yang), não mais precisando quebrar e armar cabeças mediante o manuseio de uma montanha de livros. Seu Himalaia é aqui mesmo.

Sérgio Nogueira Reis fez isso para a gente, enriquecendo sua pesquisa com o testemunho, o que de fato é de fundamental importância para um livro que traz a busca do Ponto de Mutação como alvo. O didatismo e a linguagem acessível são os carmas positivos que o advogado e escritor holístico há de colher com a sua sede de Justiça.

Jornalista Angela Peroba

 

 

 

 

 

 

No caso de desejar adquirir esse livro, em português, por favor, contactar o autor e o livro será enviado pelo correio, pelo preço de R$ 40 ( quarenta reais ) e frete.

   

[ Direito em Novo Rumo ] [ Uma Visão Holística do Direito ] [ Sérgio Neeser Nogueira Reis ] [ Justiça Divina x Justiça dos Homens ]

[O Despertar da Consciência Superior] [Faculdades de Direito no 3o. Milênio][Congressos] [ Novo Livro ] [ Retorna ]

   
 NOGUEIRA REIS ADVOGADOS

Av. da França, 164 - Ed. Futurus - 7o. andar - Comércio

Fone:(71) 3243-3099 - Fax:(71) 3243-4771
Cep: 40010-000 Salvador - Bahia

Email: sergio@nogueirareis.com.br

Produção Holos Virtual